Retro City


Barbie e a indústria do entretenimento.
20 de agosto de 2012, 23:39
Filed under: Diversos, Humor, Vídeos | Tags: , ,

Ultimamente ando assistido vários filmes da Barbie com a minha filha Valentina. Ela adora os filmes da Barbie, e eu acabo descobrindo algumas coisas interessantes.

Por exemplo, essa cena retirada do filme Barbie Moda & Magia serve para analisar a indústria de entretenimento. Depois de assistirem o vídeo vejam só o que quero dizer.

A Barbie representa o lado ARTÍSTICO. Ela é genuína e cheia de preocupações estéticas, ela quer se expressar através da sua arte, mas para isso precisa de liberdade criativa, o que acaba esbarrando no lado comercial, que é quem controla o seu trabalho.

Todd, o diretor do filme representa o lado COMERCIAL. Ele é quem realmente decide tudo e não se importa com o lado artístico, apenas quer deixar tudo o mais fácil de vender possível. Uma das formas preferidas de se fazer isso, por exemplo, são pegar obras de sucesso (entenda-se lucrativas) e produzir várias outras parecidas. Ou seja, fazer a coisa menos criativa e original possível (se bem que um filme da Barbie com zumbis seria nenhum pouco comercial, e era a Barbie que não queria que a história da Princesa Ervilha ficasse original demais).

Spencer, o assistente do diretor representa o papel da MÍDIA. Ele observa, registra, aprova e ainda incentiva o lado comercial. Isso é porque a mídia e o show business são muitas vezes uma coisa só, ou então pertencem ao mesmo dono, o que dá no mesmo.

A tiazona de vestido verde representa o FÃ NERD, que enxerga o óbvio: sempre que o lado comercial passa por cima do lado artístico o resultado é catastrófico. Todo o fanboy acredita que tem solução para todos os problemas da indústria do entretenimento, e que se dependesse dele não existiriam mais filmes, seriados ou quadrinhos ruins. Mas o que ele fala quase não importa.

Já as ERVILHAS-ZUMBIS representam o artista que se submete a visão comercial. Quando os conflitos criativos se tornam insuportáveis, ou o artista se torna uma ervilha-zumbi, ou é substituída por uma. Mas trabalhos muito comerciais costumam ser menos lucrativos também, e esse é o grande dilema da indústria do entretenimento, o artístico e o comercial não sobrevivem sozinhos.

Resumindo: o lado artístico só se dá mal; o lado comercial faz o que quer; a mídia está por trás de tudo; o nerd reclama e não adianta de nada; e zumbis já viraram piada até no filme da Barbie



Debiloid’s – O advento dos Super-heróis
7 de agosto de 2011, 23:00
Filed under: Diversos, Humor, Quadrinhos, Retro City | Tags: , , ,

Photobucket

Eu tenho o orgulho de mostrar para vocês o mais recente lançamento do meu amigo Rogério de Souza. Tá bom, nem é tão recente assim, afinal esse fanzine foi lançado em maio desse ano, mas só agora estou voltando às atividades do blog e não podia deixar de falar sobre Debiloid’s – O advento dos Super-heróis!!! Como podemos ver na própria capa da revista, o Retro City foi homenageado! Confiram abaixo a primeira página de uma das histórias.PhotobucketMas esse fanzine é muito mais do que isso. Assim como já havia feito no seu trabalho anterior sobre os eventos de anime, Rogério mostra a sua visão muito divertida do assunto, com todo o lado nonsene do culto aos heróis e as suas aventuras. Mas ao mesmo tempo que critica, ele também enaltece o gênero, que como eu, ele também é um grande fã.

Se vocês ainda não conhecem o trabalho do Rogério, está na hora de fazerem isso. Acessem por aqui o blog dos Debiloid’s e passem a acompanhar também as aventuras de Dedis e a sua turminha da pesada que sempre aprontam muitas confusões.



Como assim?
30 de maio de 2010, 23:51
Filed under: Humor | Tags: , , , , ,

Photobucket

Não conheço mais ninguém além de mim, que goste de ler Mágico Vento e Naruto, então acho difícil que alguém entenda essa piada. Mas depois de ver essa capa, não pude resistir.



“Você já fez curso de desenho?”
11 de abril de 2010, 21:14
Filed under: Diversos, Humor | Tags: , , ,

Photobucket

Já faz algum tempo, escrevi uma pequena lista das perguntas mais freqüentes que eu, e acredito que a maioria dos desenhistas, escuta quando está desenhando, e coloquei aqui no blog  Não sei se foi por causa disso, mas depois desse post parei de responder a essas perguntas com tanta freqüência. Em compensação, ultimamente tenho recebido muito uma nova pergunta, o que me motivou a escrever esse artigo. Assim quem sabe se responder essa pergunta aqui não precise respondê-la mais pessoalmente.

A minha resposta é sim, eu já fiz um curso de desenho. Essa até parece uma pergunta simples, mas não é, porque costumo ouvir depois muitos comentários do tipo “Sabia que tu já tinhas feito curso de desenho! Assim até eu!” ou “Ah! Tu já fizeste curso, então é por isso…”

Como gostaria que fosse tão simples assim. Queria muito que aprender a desenhar fosse como aprender a dirigir. O que muitos acreditam é que um curso é capaz de transformar alguém num mestre do desenho do dia para a noite. Que é mágico, basta fazer o curso e pronto, virou um artista! Costumo dizer nessas horas que também sou professor de um curso de desenho, e que não é bem assim.

O aprendizado de desenho, assim como em qualquer outra atividade artística, requer muito estudo e dedicação. E um pouco de talento também ajuda. Mas cada indivíduo tem o seu próprio ritmo de desenvolvimento, e ai que entra o curso. O que um professor de desenho pode fazer é acelerar o processo de evolução, orientando o aluno pelo caminho mais fácil, passando a sua experiência para ele. Mas sem o esforço do próprio aluno, o curso não vai adiantar muito.

Hoje se eu estou trabalhando com o desenho foi porque eu fiz um curso. O que aprendi nesse curso foi muito mais do que desenhar. Aprendi que existia um mundo muito maior do que aquele que eu conhecia, cheio de possibilidades. E principalmente, depois de terminar o curso, sabia que estava apenas começando e que ainda tinham muito que aprender. E hoje eu posso passar um pouco dessa minha experiência para os meus alunos também.

Então você quer fazer um curso e aprender a desenhar? Clique no banner do Dinamo HQ aqui do lado,  ou você achou mesmo que esse texto não ia terminar com uma propaganda?



Crise Cômica
10 de novembro de 2009, 11:50
Filed under: Diversos, Humor | Tags: , , ,

Há uns 20 anos atrás quando surgiram as primeiras mega sagas dos quadrinhos, elas foram realmente eventos marcantes. Heróis morriam, às vezes até universos inteiros deixavam de existir, outras vezes eles eram criados… As ameaças eram tão grandes que praticamente todos os personagens de uma editora participavam da história. E o mais importante, essas mega sagas aumentaram as vendas das revistas. Eu acredito que era porque todos TINHAMOS acompanhar aquelas histórias. Há uns 20 anos atrás não tínhamos Internet também.

Hoje em dia, ainda temos mega sagas, uma por ano na verdade. Elas se espalham por todos os títulos da editora também. As ameaças são gigantescas, muitos heróis morrem, alguns ressuscitam, tudo pode acontecer… Mas porque será que eu não consigo mais me interessar por elas?

Eu ainda gosto de histórias em quadrinhos, mas não tenho mais paciência para acompanhar esses mega eventos. E nem dinheiro. Fico sabendo do que esta saindo lá nos EUA pelos sites de noticias, ou o que é ainda mais fácil, com uma conversa rápida com alguns amigos,  assim me mantenho atualizado.

Acho que o problema deve ser mesmo comigo, estou com um grau de exigência muito grande. Quero ler boas histórias e que elas não durem muitos meses e não me obriguem a gastar uma fortuna. A minha solução foi à mesma do Juca, personagem da tira Debiloid’s do meu amigo Rogério de Souza, foi criar o meu próprio universo de heróis. Afinal se você quer uma coisa do seu jeito, faça você mesmo.



Retrato Rolado
19 de agosto de 2009, 00:23
Filed under: Diversos, Humor | Tags: , , , ,

Photobucket

Saiu a Dragon Slayer 26! A sessão Retrato Rolado dessa edição tem a arte minha, colorida pelo Carlos Pinheiro. Esse foi um trabalho bem divertido de fazer. O tema pedido foi usuários de magia. E outra vez voltou aquele assunto que já até falei aqui, minha suposta semelhança com o Harry Potter. Bastou eu desenhar um personagem com uns óculos redondos, franja e pronto! Todo mundo passou a dizer que esse era eu. Que injustiça. Compare as duas imagens abaixo e digam se existe alguma semelhança.

Photobucket

Photobucket



Imãos Gemêos?
17 de julho de 2009, 21:53
Filed under: Humor | Tags: , , , ,

Photobucket

Esses tempos, no curso de história em quadrinhos, durante uma conversa com o José Roberto Weingartner Junior nós levantamos a seguinte teoria – seria o Namor (Marvel) e o Adão Negro (DC) irmãos gêmeos separados por editoras? Bem, não tem como  não dizer que existe uma certa semelhança entre os dois personagens, eles são muito similares visualmente. Além disso, ambos possuem traços de personalidade parecidos. Ora são vilões, ora estão do lado dos heróis (O Adão Negro é vilão do Capitão Marvel, mas já atuou como aliado da Sociedade da Justiça, e o Namor é um anti-herói desde o início) Não estou querendo dizer que uma editora copiou a outra, até porque os dois personagens possuem poderes e origens completamente diferentes, e todas essas semelhanças eu acredito que são apenas meras coincidências.

Pelo menos ninguém foi processado até agora.